4 marcas supostamente deixadas pelo diabo na Terra

Será que o Capiroto já visitou o nosso planeta? Algumas marcas misteriosas sugerem que sim. Confira.

1. Igreja de Nossa Senhora em Munique

Construída pela arquiteto Jorg von Halsbach no século 14, reza a lenda que a Igreja de Nossa Senhora, em Munique, possui uma pegada do diabo.

Segundo a história, Jorg não dispunha de dinheiro para termina-la e solicitou ajuda do diabo. Entre as condições impostas por ele, estava a de que o templo sagrado não poderia possuir janelas. No entanto, ao conferir a obra, o demônio percebeu que havia algumas janelas que antes estavam escondidas atrás das colunas. Por isso bateu o pé, deixando sua pegada em um dos azulejos do lugar.

Claro que, provavelmente, isso não se passa de uma lenda. Porém, ninguém sabe explicar exatamente como essa pegada surgiu no lugar.

2. Ponte do Diabo

A ponte de Teufelsbrücke, na Suíça, foi tão complicada de se construir que esse feito foi também atribuído ao demônio. Sua construção foi um verdadeiro pesadelo para os responsáveis, pois foi construída a contragosto do rei Reuss.

O pastor responsável pela construção teria solicitado a ajuda do mal, em troca da primeira alma que cruzasse a ponte.

Atualmente mais pontes foram construídas no local, porém a lenda permanece.

3. Panela de feijão do diabo

Em uma região dos Estados Unidos chamada Purgatory Bkooks Falls existe um buraco chamado “Panela de Feijão do Diabo”. Segundo a lenda, o diabo estava muito atencioso a população da cidade e, disfarçado de um cidadão comum, ofereceu um jantar para muitos convidados. Porém, ao cozinhar o feijão em um dos buracos da rocha ele se queimou e, furioso, revelou sua verdadeira identidade.

No local existem nomes e datas esculpidas nas rochas. De acordo com a lenda, são as identidades das pessoas que foram subornadas pelo diabo com seus saborosos jantares.

4. Cidade do Diabo

A Cidade do Diabo fica localizada no sul da Sérvia. Trata-se um monumento nacional, resultado de intempéries que formaram torres de rochas.

Apesar da explicação científica do fenômeno que transformou a paisagem, muitas pessoas acreditam que o monumento é resultado de uma maldição do demônio.

Segundo a lenda, o diabo teria ficado revoltado com as pessoas boas e religiosas que viviam no local e amaldiçoou-lhes com o casamento entre irmãos. Na tentativa de reverter a praga, uma fada teria transformado em pedras todas as pessoas que estavam presentes em um desses casórios.

Se é realidade ou apenas mito, não se sabe ao certo. Porém, a explicação para alguns desses fenômenos ainda continua escondida.

Artigos Recomendados