Conheça o gato de pelo curto americano

O gato de pelo curto americano é um animal com muitas virtudes.  Trata-se de uma das  raças de gatos mais fortes e saudáveis.

O que mais se destaca em um gato de pelo curto americano é sua resistência a não desenvolver transtornos genéticos. É um gato criado a partir do cruzamento de raças domésticas muito resistentes e o resultado é uma raça de grande força física.

Origem da raça

Muitos estudiosos consideram que o gato de pelo curto americano existe, como tal, desde os anos 400.

Quanto a sua origem, acredita-se que esta raça se origina da Inglaterra e que posteriormente se desenvolveu em outras partes de Europa, para finalmente emigrar para os demais continentes.

Ao chegar à América, começou a ser usada para realizar trabalhos em estábulos e pastagens. Ter esta função, potencializou a resistência e maturidade desse gato. É um gato raro e de uma beleza bastante peculiar.

É uma raça de aparência invejável, comparado a outras. No entanto,  o cruzamento com as demais raças fez com que o americano de pelo curto perdesse sua pureza.

Estima-se que hoje em dia não exista registro algum da raça em seu estado de pureza. Inclusive, o gato de pelo curto americano é tratado, em algumas partes do mundo, como gato de rua.

Aspecto e porte do felino

É uma raça caracterizada por sua elegância e boa saúde.

A cor mais chamativa desta espécie é prata com manchas. Estima-se que mais de um terço dos gatos desta raça mantenham tal cor. É uma combinação única, que mistura manchas escuras com um fundo chamativo e reluzente.

O animal goza de uma personalidade intermediária; nem muito apegado, nem muito distante. Apesar disso, o gato de pelo curto americano se caracteriza por sua aparência de gato feliz. É um animal afetuoso. Muitas famílias costumam escolhê-lo para conviver como outro membro do lar.

Outro aspecto interessante é que se trata de um gato de energia moderada.
É ideal para aqueles que querem um animal de companhia não muito apegado.

Além disso, são animais de estimação com uma incrível capacidade de adaptação. Mantêm uma relação muito boa com crianças e demais animais. Em geral, não costumam se envolver em grandes problemas de convivência.

É importante levar em conta que esses são gatos que prezam muito por  sua liberdade. Por este motivo, em certas ocasiões, o gato de pelo curto americano não valoriza o suficiente as carícias e as demonstrações de afeto. É um animal de personalidade forte.

Características gerais do gato de pelo curto americano

Cabeça. Sua cabeça é de tamanho grande. Suas bochechas são suaves, mas sua mandíbula é forte. Trata-se de uma raça muito elegante. O focinho é bem quadrado e o nariz médio, muito proporcional às demais partes do rosto. Tem um queixo firme, e muito bem desenvolvido.

Orelhas. São um pouco arredondadas na ponta e de tamanho médio.

Olhos. É uma raça que conserva olhos de grande tamanho, além de largos. A cor dependerá da pelagem do animal.

Cauda. Um pouco grossa na base e de longitude média. Estreita-se cada vez mais ao chegar na ponta.

Pelagem. Comumente uniforme, além de curta e grossa. Tem uma textura dura. A pelagem do gato de pelo curto é ideal para protegê0lo dos efeitos do clima.

Cor. Existem quatro cores distintas nesta raça. Cores sólidas (preto, azul, vermelho, branco e creme), cores parciais (combinam-se duas ou mais cores), combinação de azul e creme, e cores sombreadas (café, vermelho, creme, azul).

Cuidados

Trata-se de uma espécie bastante saudável.

O melhor dessa raça é que não costuma desenvolver doenças genéticas. Isto elimina um grande risco de ele vir a desenvolver um grande número de doenças. Ainda assim, é importante que o animal visite regularmente o seu veterinário.

Quanto aos  hábitos alimentares, é importante a boa qualidade dos alimentos oferecidos ao felino. Entre outras coisas, para conservar a maravilhosa pelagem do animal.

O gato de pelo curto americano  é ideal para viver dentro de casa. Muitas famílias optam por esta raça no momento de escolher um gato como animal de estimação.

Os exemplares desta raça não se incomodam de compartilhar a família com outras espécies. Portanto, são ideais para compartilhar sua vida com os pequenos da casa e com outros animais de estimação. Para muitos, trata-se realmente de um animal de estimação perfeito.

Artigos Recomendados