Curiosidades sobre a gravidez que talvez você não saiba!

A gravidez é o início de uma vida preciosa. A vida é um milagre de Deus que começa desde a gravidez.

A gravidez é um momento muito importante na vida da mãe e do pai. Ganham a responsabilidade de cuidar de uma pessoa, com amor e carinho. É um tempo emocionante mas também pode ser um pouco assustador. Surgem dúvidas e inseguranças. 

A natureza é muito sábia, lhe dá 9 meses para reorganizar a sua vida para a chegada do seu maior patrimônio. Só quem tem um filho sabe o que é o amor incondicional. E não importa quantos filhos você tenha, cada um é único e vai despertar em você emoções sem igual.

Aproveite cada minuto da sua gravidez, e prepare o seu coração para sentir o que jamais sentiu na vida.

Veja agora, algumas curiosidades sobre a gravidez que preparei pra você com muito carinho:

1 – A gestação mais longa de todos os tempos

O tempo ideal de gestação é de nove meses, mas tem muita criança aí mais apressadinha que acaba chegando antes da hora, isso você bem sabe. O que é mais raro, mas não impossível, é que alguns bebês estejam tão confortáveis ali, na barriga da mãe, que a vontade de sair simplesmente não existe. A gravidez mais longa de que se tem notícia é uma que durou impressionantes 375 dias, muito mais do que os 280 esperados. O bebê preguiçoso nasceu bem, pesando pouco mais de 3 kg.

2 –Os bebês são cerca de 15 dias mais novos que o período de gravidez

Desde 1836, os médicos marcam o primeiro dia do último período menstrual da mulher como o primeiro dia de gravidez, ou “idade gestacional”, e não a partir de quando o espermatozoide fertiliza um óvulo.

A ovulação ocorre cerca de duas semanas após a menstruação, em média, e a fertilização ocorre em 24 horas dentro desse período. Isso significa que se você está grávida de oito semanas, seu bebê tem cerca de seis semanas de idade.

Os médicos ainda usam a idade gestacional, não a idade da ovulação (também chamada de idade pós-concepcional) porque é difícil detectar a ovulação – e a fertilização ainda mais. Entretanto, as menstruações são difíceis de perder de vista.

3-Fetos meninos têm ereções

Esse não é o assunto favorito da maioria das mães, mesmo quando o filhão já é adolescente. O que muita gente não sabe, porém, é que é bem possível que um feto de um menino possa ter uma ereção ainda no útero. Não se assuste, é completamente normal e imperceptível.

4-Os bebês flutuam no útero durante a primeira semana de vida

Demora alguns dias para que a primeira pequena bola de células divididas se mova para as trompas de Falópio e chegue ao útero, e outros poucos dias para que o embrião se implante.

A partir daí, ele incorpora-se à parede acolhedora do útero de uma mulher, absorve nutrientes e desencadeia uma cascata de desenvolvimento.

Mas até esse ponto, os bebês são viajantes sem rumo vagando pelo útero.

5– O coração do bebê em desenvolvimento começa a bombear sangue com seis semanas

Na semana oito, o coração de um bebê bate regularmente cerca de 160 vezes por minuto. O bombeamento também é audível com a ajuda de um dispositivo de ultra-som.

6-Os bebês podem ouvir dentro (e fora) do útero, e o útero é muito barulhento

A maioria das estruturas da orelha necessárias para captar o som são formadas pela semana 16. A partir daí, os batimentos cardíacos da mãe e tudo o que ela faz, como comer, respirar, andar, falar, se exercitar, assim como seus movimentos digestivos podem ser facilmente ouvidos por um bebê em desenvolvimento.

Isso pode ajudar a explicar por que os bebês acham o barulho tão reconfortante. Há também algumas evidências que sugerem que os bebês aprendam a reconhecer e reagir à voz da mãe enquanto estão dentro do útero.

7-Das consequências do parto

Mulheres sabem bem que a última parte do corpo que se pensa em machucar fica bem ali, por onde o bebê resolve sair depois dos nove meses. Além dos incômodos durante a gravidez, das contrações e da dor do parto que, dizem, é uma das piores da Medicina, as mamães podem levar alguns pontinhos bem no local, simplesmente porque a pele pode romper durante a retirada do recém-nascido. Já imaginou a dor?

8- Cocô em seu momento mágico

Quando você diz que “está na m...” pode ser no sentido figurado, mas talvez você tenha estado mesmo, no dia do seu nascimento. É que muitas mulheres, devido à força que fazem, acabam defecando em pleno trabalho de parto. Bacana, né? É por isso que geralmente os médicos fazem uma lavagem intestinal, para evitar que o bebê nasça em um momento inoportuno – o problema é que nem sempre dá tempo...

9- Brilho na pele

Você já deve ter ouvido em algum lugar que mulheres grávidas têm um brilho especial. Isso é verdade, sabia? A explicação é que, quando uma mulher está grávida, a quantidade de sangue no corpo dela tende a aumentar em 50%. Esse sangue extra acaba aparecendo na pele, especialmente nas bochechas.

Além disso, os hormônios femininos, que estão a todo vapor, deixam as glândulas de óleo mais ativas, resultando em uma aparência mais brilhante e em uma pele mais macia. A combinação desses óleos extras e do sangue a mais resulta em um brilho notável e muito bonito.

10- Grávidas sentem melhor o cheiro das coisas

Durante a gestação, as mulheres sentem melhor os odores – o mesmo vale para o sabor. Alguns cientistas acreditam que isso faz parte de um mecanismo que ajuda as gestantes a evitar o consumo de alimentos tóxicos que podem ser perigosos para adultos e mortais para os fetos. Faz sentido, né?

11- As contrações não acabam depois do parto

Aquelas dores fortes que aparecem de instantes em instantes não cessam magicamente assim que o filho nasce. Muito pelo contrário: elas podem durar até alguns dias – sim, dias – depois do parto. Essas contrações são câimbras musculares, um jeito que o corpo encontra de cessar a perda de sangue. Mas, calma, as dores tendem a ser bem menores e, se por acaso a mulher ficar internada após o parto, talvez nem perceba.

12- Comer por dois? Não precisa

F

Uma das melhores partes de estar grávida é poder comer o que quiser, ter desejos absurdos e, se alguém falar alguma coisa, responder com “estou comendo por dois, pare de me censurar e vá à cozinha buscar um balde de sorvete, por favor”. Acontece que isso não é verdade, você não vai precisar comer tanto.

A média de calorias diárias extras é de 300. A maioria das mulheres deve ganhar pouco mais de 10 kg durante a gestação, então o jeito é maneirar.

13- Pai solidário

É bastante comum que o pai do bebê passe a sentir alguns dos sintomas da gestação, como enjoos, cansaços, dores nas costas, vontades de comer coisas diferentes. Muitos papais acabam até mesmo ganhando uns quilinhos a mais.Rsrsrs.....

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Gravidez tem de tudo um pouco, e cada pouco é um mundo!
Gravidez é coisa esquisita:
É estranho demais!
É bom demais!!
É demais!!!

Gostou?? Compartilhe...

Artigos Recomendados


×
Gatos No Face