Pesquisa diz que existem mais solteiros donos de gatos do que donos de cachorro

Seriam mesmo os proprietários de um fiel canino pessoas mais abertas, sociáveis e cercadas de amigos? Os donos de gatíneoscorresponderiam, afinal, ao estereótipo de seriedade, discrição e reclusão associado a eles? Ninguém melhor que o Facebook para saber. 

Afinal, eles sabem tudo sobre a vida de quasetodo mundo. A equipe da rede social considerou que esse 8 de agosto seria um bom dia para jogar lenha nessa polêmica fogueira e soltou um levantamento completo sobre os traços de personalidade dos donos de Felis catus e Canis lupus familiaris. 

Foi observado que, na média, donos de cachorros têm 26  amigos a mais na rede que donos de gatos. Quantidade, porém, não é qualidade. Afinal, donos de gatos recebem mais convites para eventos.

Os  donos tendem a gostar mais de pessoas que têm bichinhos da mesma espécie. Fãs de felinos são 2,2 vezes mais propensos a se relacionarem com outros donos de gatos. Mas o fenômeno também dá vantagem a animais de outras espécies: donos de cachorro são até 1,6 vezes mais propensos a serem amigos de donos de gatos. 

É uma pena – ou não –, mas o estereótipo de que  solteiros são fãs de gatos se confirmou, mesmo que por uma margem estatística pequena: cerca de 30% dos donos de bichanos não têm nada no status de relacionamento, contra apenas 24% dos fãs de cachorros. Se você faz parte desses 30%, porém, não se preocupe. A GALILEU mostrou que ser feliz sozinho é ótimo!

Gatos são mais comuns em ambientes urbanos, enquanto há maior ocorrência canina em áreas rurais. E, enquanto donos de gatos são fãs de histórias em quadrinhos,  ficção científica e outros amores geek, fãs de cachorro adoram histórias românticas e, claro, filmes e livros sobre cachorros.

Artigos Recomendados