Projeto une pacientes com Alzheimer a gatinhos órfãos e o resultado é PURA TERNURA!!!

Uma residência que cuida de pacientes com Alzheimer e demência e um abrigo que resgata animais em condições vulneráveis resolveram unir forças em um projeto lindo. O programa piloto feito entre os residentes do Catalina Springs Memory Care, localizado em Oro Valley (Arizona) e os gatinhos órfãos Turtle e Peaches, do Pima Animal Care, só vem para reforçar algo que vários estudos já comprovaram: o contato com animais pode ser terapêutico para vários grupos de pacientes.

Como os gatinhos são filhotes e foram abandonados pela mamãe antes do tempo, ainda mamam em uma mamadeira minúscula. Essa foi a tarefa principal dos senhores e senhoras da residência, a qual eles executaram encantados “É inacreditável quanta alegria e luz essas duas pequenas bolas de pelo trouxeram para o local. Os moradores sabem que estão fazendo um trabalho importante e contribuindo para a sua comunidade, e isso é algo que essas pessoas não têm a chance de fazer muitas vezes”, contou Rebecca Hamilton, diretora de serviços de saúde do Catalina Springs, ao Today.

Hamilton foi voluntária do abrigo durante algum tempo e sempre pensou em desenvolver algum projeto que pudesse unir sua paixão pelos animais a uma melhora na qualidade de vida dos pacientes da residência que administra. O programa foi um sucesso: os gatinhos foram amamentados durante 10 dias a cada 3 horas, 24 horas por dia de atenção. Toda uma mobilização e cronogramas preparados para atender os bichanos na hora certa.

” O peso dos gatinhos quase dobrou desde que os residentes e equipe da residência de Oro Valley ajustaram seus relógios para amamentá-los”, escreveu o representante do Pima na página do abrigo no Facebook.

Pelas imagens, é difícil dizer quem está curtindo mais! O importante é que essa troca de amor e cuidados só pode ser positiva para ambos os lados. Que mais projetos como esse se multipliquem!

Artigos Recomendados