Quando levar um bebê à emergência: pediatra detalha 13 sinais de alerta

Ser um pai de primeira viagem não é uma tarefa fácil. As dúvidas que surgem com o  primeiro filho podem causar pânico, muitas vezes devido à falta de informação ou excesso de medo. Mas as dúvidas não são carga só de pais novatos, elas também podem surgir com pais mais experientes que se deparam com casos nunca antes experimentos ao ter outros filhos.

Portanto, tanto o pai como a mãe devem perceber com clareza a hora de levar um filho à emergência. Essa percepção também deve recair sobre pessoas que cuidam dos pequenos, mesmo que por algumas horas. A Dra. Maria Cecilia Avancini, pediatra e chefe de pediatria da Vittal, explicou quais são os sinais e  sintomas graves que requerem ou não uma consulta com o pediatra.

Sintomas em bebês que requerem consulta médica

Choro forte, constante e irritável

Se o choro do seu bebê estiver inconsolável, a primeira coisa que você deve fazer é alimentá-lo, trocá-lo e controlar sua temperatura. Se ele continua a chorar e não for possível encontrar o motivo, é importante levá-lo ao médico.

Febre

Quando um bebê está com febre que não vaixa após o uso do anti-térmico é sempre necessário fazer uma consulta médica, já que seu sistema imunológico não está totalmente desenvolvido como o dos adultos. Uma quadro clínico de febre pode ser perigoso para a sua saúde e pode até levar a convulsões.

Temperatura baixa

Se a temperatura do bebê está mais baixa que normal (e está morno) é necessário fazer uma consulta.

Diarreia e / ou vômito

Um bebê que se alimenta de  leite materno normalmente faz fezes semiliquidas cerca de 10 vezes por dia. Mas se você notar uma mudança na cor ou odor, pode ser um sinal de diarreia e, portanto, uma consulta médica é ideal, pois o quadro pode causar desidratação (especialmente se acompanhada de vômito).

Reação alérgica

Se a criança apresentar manchas vermelhas na pele, tiver dificuldade em respirar, lábios inchados, língua, rosto ou corpo em geral, deve consultar o médico imediatamente.

Golpes e feridas

Se o pequeno sofre uma queda ou um golpe em alguma parte do corpo é importante levá-lo à emergência o mais rápido possível, especialmente se ocorreu na cabeça.

Constipação

Se persistir por mais de 5 dias, você deve consultar o pediatra.

Cólica

Quando o bebê tem cólica por mais de uma hora é essencial buscar orientação médica.

Se ele ingeriu algum elemento tóxico (ou suspeita)

O quadro clínico deve ser tratado o quanto antes, pois a ingestão de um corpo estranho pode causar asfixia, que deve ser atendida imediatamente.

Secreção ocular

Obstrução do canal lacrimal, reações alérgicas ou infecções, tais como conjuntivite viral ou bacteriana ou outras doenças, requerem consulta imediata.

Dificuldade para respirar

Coriza cria dificuldade em respirar, se for possível, utilizar uma seringa para expulsar o muco. Se o bebê tem irritação nasal, descoloração dos lábios, membranas mucosas e apresenta mudança na frequência respiratória, é essencial ligar para seu pediatra o mais rápido possível.

Falta de apetite

Esse é um sintoma frequente que pode ser de alguma doença que está evoluindo e exige sua atenção.

Regressão nas habilidades alcançadas

Por exemplo, se uma criança engatinhando ou caminhando parar de fazer essas coisas, é motivo de consulta imediata, assim como letargia, que ocorre quando o bebê é muito sonolento e não responde à voz dos pais ou os estímulos habituais.

Agora você sabe quais são os sintomas que exigem atenção médica. Não entre em pânico, reagindo com calma você conseguirá cuidar do seu bebê da melhor maneira possível.

Artigos Recomendados


×
Gatos No Face