Gatos podem consumir leite de vaca. verdade ou mentira?

Os desenhos animados sempre mostraram gatinhos ao lado de uma tigelinha de leite e  isso acabou virando quase que uma verdade cultural incontestável.

Mas será que o leite de vaca é realmente um alimento adequado para os nossos bichanos? A resposta para esta pergunta é não! Vamos explicar o motivo aqui.

Os gatos são mamíferos. Isso significa que os filhotes se alimentam exclusivamente de leite produzido pelas suas mães por um certo tempo. 

Entretanto, há uma diferença muito importante na composição do leite produzido por cada espécie de mamífero e, mais que isso, mamíferos têm seu metabolismo adaptado com enzimas digestivas para aproveitar o leite apenas quando são filhotes. 

O leite de vaca e seus derivados nunca deveriam ser associados à alimentação dos felinos. O leite de vaca, por ser produzido por um animal herbívoro, é muito rico em açúcares (lactose) e pobre em proteínas e gorduras para um carnívoro, como os gatos. Por isso, o leite de vaca nunca deve ser consumido pelos nossos bigodinhos.

Tampouco o leite de cabra pode ser considerado uma opção, ao contrário do que muitos falam, porque não contém quantidades suficientes de proteína e gordura, e também apresenta muita lactose.

 

Mas e os gatinhos muito jovens? Eles precisam e devem beber leite para sobreviver! O processo de desmame começa após quatro semanas de vida, mas antes disso, a única fonte de nutrição dos filhotes é o leite, mas o leite de gata, nunca um leite de vaca. É importante que um gatinho jovem não consuma leite de vaca porque o melhor leite para sua nutrição é o da sua própria mãe.

Entretanto, se o gatinho for órfão, você deverá alimentá-lo com um fórmula especialmente desenvolvida para a sua idade. A melhor recomendação para alimentação de filhotes de cães e gatos é o uso dos chamados “sucedâneos do leite”, industrializados, disponíveis no mercado. O veterinário poderá indicar a melhor fórmula para o seu gatinho.

 

A partir da segunda ou terceira semana de vida do gatinho, já é possível iniciar a introdução de pequenas quantidades de papinhas feitas com ração de filhote de alta qualidade, pois reduzem as possibilidades de desnutrição.

Para cães e gatos adultos, a melhor recomendação é o não fornecimento de leite e o uso de um alimento completo, balanceado e de alta qualidade e adequado para as características do animal, de acordo com a idade, raça e porte.

Artigos Recomendados