Gato de 12 anos, vítima de negligência, recebe amor e não consegue parar de abraçar seus resgatadores…

Um gato surdo de 12 anos, que foi vítima de negligência, ficou tão feliz por estar recebendo amor, que não consegue parar de se aninhar com seus resgatadores, sua nova família.

Este querido garoto estava desesperado por um lar amoroso. Com 12 anos de idade, fazia tempo que ele esperava para ter amor e atenção.

 

 

“Ele era mantido em uma garagem no Texas e, claramente, havia sido negligenciado”, disse  Karyn Poplin, da , ao Love Meow.

Após ser recolhido, ele se agarrou em Poplin, aninhou-se nos braços dela, e não quis mais soltá-la.

“Do momento em que o tiramos de sua gaiola de viagens, ele se apegou 100% a nós, mais a mim, mas ele também gosta muito do meu marido. Mal posso sair da sala sem que ele me ralhe. Meu coração está tão completo”.

 

Eles deram as boas vindas ao gatinho meigo no santuário, onde ele passará seus anos dourados confortável e em paz. O felino tem pouco pelo, está com alguns dentes podres e precisa de ajuda para limpar sua pelagem, mas ele está absolutamente apaixonado por sua nova família.

 

“Ele é o gato idoso mais afetuoso que já conheci. Ele está muito feliz por ser amado e está peidando horrores por aí. Ele é um pouco rabugento e completamente surdo, mas é o melhor gatinho do mundo”.

 

Faz menos de um dia que ele se mudou para seu novo lar, e ele não parou de se aninhar.

“Estamos apaixonados e o conhecemos apenas ontem. Isso é que eu chamo de se dar bem”, disse Popli ao Love Meow.

 

O felino está conhecendo outros gatos residentes do santuário, mas sua atividade favorita é se aninhar nos braços de Poplin enquanto solta seus puns.

 

“Em pouco tempo ele voltará a ser lindo e saudável, tenho certeza”.

 

Ele nunca teve nome antes de ser acolhido por Poplin. Se você tiver alguma sugestão de nome, conte-nos nos comentários abaixo.

Este gatinho fofo está amando sua grande família e todos os momentos de carinho que está compartilhando com eles. Ele está muito feliz por saber que jamais ficará sozinho novamente.

 

Compartilhe essa história com seus amigos. 

Artigos Recomendados