Um gato acorda sua dona dando mordidas e consegue salvar sua vida

Os animais de estimação têm um “sexto sentido” que lhes permite intuir certas coisas que as pessoas não são capazes de pressentir. Por isso, de vez em quando, lemos e ouvimos notícias de felinos que salvam a vida dos seus donos das chamas, de um ataque cardíaco ou da agressão de um ladrão. Neste artigo, vamos contar a você uma história especial: um gato que acordou sua dona com mordidas e conseguiu salvar a vida dela.

O gato que acordou a dona, conseguindo salvá-la de um incêndio

A senhora protagonista dessa história vive na cidade de Claimont, nos Estados Unidos. Enquanto ela dormia, começou a sentir que alguém a mordia. Tratava-se do seu gatinho que lhe estava alertando sobre o incêndio que consumia a sua casa. Incrível, o gato acordou sua dona para salvá-la!

Imediatamente ela percebeu o odor de queimado e a fumaça pela casa e foi correndo para os quartos para acordar os demais familiares e o outro gato, que estavam dormindo. A boa notícia é que todos escaparam ilesos do incêndio e até conseguiram salvar alguns pertences.

Sem dúvida, o gato salvou a vida de todos, inclusive, a própria vida, graças a sua valentia e a sua eficiência em conseguir acordar sua dona.

A história do gato que salvou uma criança de levar um tiro

O felino pôs em risco a própria vida para salvar a de seu amigo, uma criança de apenas 3 anos de idade. A mãe da criança, Angelina Snipe, ouviu um barulho de algo penetrando a casa pela janela. Quando voltou para casa, se deu conta de que seu filho estava dormindo no sofá… Mas que o gato (chamado “Opie”) tinha levado um tiro.

Se o animal de estimação não tivesse protegido a criança com o próprio corpo, a criança teria levado o tiro. Logo em seguida, levaram o gato ao veterinário, que recomendou a prática da eutanásia. No entanto, a família se negou a fazer isso. Pouco a pouco, o bichano vai se recuperando, ainda que carregue sequelas do acidente. Para todos, Opie é o herói da casa.

Um gato que protegeu um bebê do frio

Isso aconteceu na localidade de Obinsk, ao sul de Moscou, Rússia. Um gato de rua chamado pelos vizinhos pelo nome de “Macha” salvou a vida de um bebê de apenas 3 meses de idade que tinha sido abandonado pela sua mãe ao lado de uma caçamba de lixo.

Nesse lugar, os moradores do prédio tinham construído um abrigo de papelão para o animal. Quando o gato viu a criancinha sentindo frio, não hesitou em “abraçá-la” e agasalhá-la com sua espessa pelagem. Dessa forma, salvou a vida do bebê de morrer congelado.

O animal permaneceu imóvel durante várias horas, sem mudar de posição nem um centímetro. Quando uma vizinha o encontrou, ele estava lambendo a criança e a aquecendo com o seu corpo. Antes de o bebê ser levado ao hospital local, seu socorrista não saiu do lado dele. Só se tranquilizou quando os médicos levaram o bebê na ambulância.

Um gato que impediu um cachorro de morder uma criança

Dizem que o cachorro é o melhor amigo do homem… mas nesta história seria o gato. Tudo aconteceu na localidade de Bakersfield, Califórnia (nos Estados Unidos), quando uma criança estava brincando no parque de sua casa, no momento em que surgiu um cachorro grande disposto a mordê-la.

O menino estava em cima da sua bicicleta e de repente foi atacado por um cachorro, que o agarrou pela perna, prendendo-o entre os dentes e começando a sacudi-lo. Nesse momento, Tara, a gata da família, se jogou contra o cachorro, que imediatamente saiu correndo.

A criança foi levada ao hospital para receber pontos de sutura na perna. Quanto ao cachorro que o atacou, reconheceram que pertencia a um vizinho e o dono se comprometeu a mantê-lo sob observação e a evitar que ele escape novamente.

Artigos Recomendados