Mulher aposta em siamês “esquecido” e resgata o encanto do animal...

Uma mulher apostou suas fichas em um gato que foi “esquecido” e abandonado, e transformou sua vida com muito amor.

 

Conheça Jacque!

 

Em agosto de 2016, um membro da equipe da Universidade James Madison (em Harrisonburg, na Virgínia) encontrou um gato siamês de ar triste no campus, vagando sozinho. Apesar de estar em mau estado, ele ainda miava e procurava atenção. Ele deixou o bom samaritano pegá-lo e levá-lo para o escritório, onde ele devorou toda a comida que podia comer e bebeu muita água.

A comunidade se reuniu para traçar um plano maravilhoso para ele. No dia seguinte, ele foi resgatado pela Cat Cradle e levado para Anicira para receber os cuidados médicos necessários. Eles limparam e trataram suas feridas e encontraram um lar temporário que se dedicaria a restaurar sua saúde.

E foi aí que Jacque conheceu Lisa Hensley, que salvou sua vida.

 

“Levei Jacque para casa esperando que ele recuperasse sua boa forma em aproximadamente três meses. O que aconteceu foi bem diferente”, contou Lisa ao Love Meow.

O que inicialmente foi interpretado como reação alérgica severa às pulgas acabou se revelando muito mais difícil de curar. Apesar do tratamento diário contra pulgas e carrapatos e da boa alimentação, Jacque continuou a perder pelo em grandes quantidades, e sua coceira estava ficando pior.

 

Lisa tentou tudo o que podia pensar para ajudar a controlar a coceira e aliviar a irritação. Enquanto isso, Jacque enfrentou muitos outros problemas de saúde que causaram a deterioração de seu estado, mas Lisa se recusou a desistir.

Ela adicionou banhos terapêuticos e tratou o resfriado do gatinho, mas a situação ainda não mudou muito. “Às vezes aparecia alguma melhora e, em seguida, tudo parecia andar um passo para a frente e dois para trás.”

 

 

“Eu estava começando a ficar muito preocupada com Jacque. Apesar de tudo isso, ele sempre vinha correndo quando eu chegava para alimentá-lo, ministrar pílulas goela abaixo, aplicar medicamentos ou qualquer outra coisa que eu precisasse fazer”, disse Lisa ao Love Meow.

“Lembro de estar deitada com ele, implorando ao Jacque para não morrer. Foi nessa hora que comecei a duvidar de se eu tinha experiência ou conhecimento suficiente para ajudá-lo.”

 

“Decidimos testar alguns medicamentos orais para os fungos de Jacque, comecei a dar banhos com shampoo especial e loção e discutimos outras opções, e se eu precisava levá-lo a um especialista, uma vez que ele não estava melhorando.”

“Eles também decidiram testar alimentos prescritos. Acho que isso salvou a vida dele.”

 

“Tive uma longa e emocionada conversa com meu lindo peludo, e eu disse a ele que havia pessoas que o amavam demais para desistir dele, e que juntos poderíamos vencer qualquer obstáculo.”

Desde então, Jacque começou a melhorar.

 

“Jacque demonstrou muito progresso. Eu dava banho de enxofre nele a cada duas semanas, dava banho em casa cerca de uma vez por semana e aplicava spray se ele começava a coçar feridas. Ele recebia uma dieta especial, que junto a sua lisina controlava os sintomas da imunodeficiência felina, e seu pelo realmente começou a voltar.”

 

“Em geral, ele está quase voltando a ser um gato feliz e perfeito.”

 

“Tem sido um processo muito lento, mas finalmente este pequeno rapaz está com a cabeça quase cheia de pelos. Isso levou meses de banhos, aplicações noturnas de medicamentos, dieta especial de prescrição, suplementos, entre outros, mas valeu a pena.”

“Jacque nem uma vez se queixou dos tratamentos constantes. Ele é o carinha mais amoroso e realmente está pronto para ter um dono. Ele é muito carinhoso. Ele fala com as pessoas por horas e não pede nada além de um colo para assistir TV durante toda a noite. Ele adora comer, receber carinhos na cabeça e no queixo e distribuir cabeçadas carinhosas.”

 

“Quero que ele encontre um lar com alguém que continue a tratar suas alergias e curar sua pele. Sei que muitas pessoas se perguntam por que eu não fico com ele”, disse Lisa ao Love Meow.

“A resposta é simples. Há outro Jacque perdido por aí que vai precisar de mim, e eu não posso ficar com todos eles, não importa o quanto eu queira.”

Jacque percorreu um longo caminho. Ele é um carinha feliz que tem muito amor para dar!

 

Compartilhe esta história com os amigos. 

Artigos Recomendados