Cânions do Sul do Brasil estão a caminho de se tornar patrimônio mundial

O secretário de turismo, esporte e cultura do estado de Santa Catarina, Leonel Pavam, assinou na última sexta-feira uma ordem de serviço para começarem os estudos e processos de criação do Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul. Envolvendo os municípios de Praia Grande, Jacinto Machado, Timbé do Sul e Morro Grande, a criação do parque reunindo os cânions no sul do estado são o primeiro passo para que a região possa se candidatar à Rede Mundial de Geoparques, ligada à UNESCO – e possam se tornar patrimônio mundial.

Os estudos de rochas, solo e geografia levarão cerca de seis meses, e também fazem parte do processo de candidatura. Denotando áreas naturais de alto valor geológico, os critérios para se fazer parte da Rede envolvem também o respeito às características naturais da região e aos valores humanos. O parque envolverá municípios de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, reunindo cânions localizados em sua maioria na fronteira dos dois estados.

Em toda a América Latina, os cânions do sul podem se juntar a uma enxuta lista de locais que pertencem à Rede Mundial de Geoparques, com as Grutas do Palácio, no Uruguai, os parques Comarca Minera e Mixteca Alta, no México, além do Geoparque de Araripe, no Ceará. A candidatura visa trazer mais turistas e maiores investimentos para a região.

Artigos Recomendados